sábado, 4 de junho de 2016

Zona de Aleppo bombardeada pela Al Nusra, a partir de território dominado por "rebeldes moderados" (foto de Hosan Katan para a Reut
 
As forças do exército sírio com apoio de aviação russa estão a expulsar os terroristas do ISIS de Raqqa, que consideravam a sua capital na Síria.
 
Em Aleppo, entretanto, 40 pessoas foram mortas numa intensa barragem de artilharia da Frente Al Nusra contra a cidade.
O ramo sírio da Al-Qaeda usou rockets, morteiros e canhões para uso anti-aéreo.
No ataque foi destruída uma esquadra de polícia e foram seriamente atingidos prédios de habitação. Entre os mortos contam-se habitantes, oficiais de segurança e militares. Registaram-se ainda cerca de cem feridos.
Mas - espantemo-nos ou nem por isso - os EUA pediram à Rússia para não atacar os terroristas da Al Nusra porque podiam atingir forças rebeldes moderadas que estão misturadas com eles... Disseram que estava a discutir com eles para se afastarem dos combatentes terroristas. Os russos reagiram dizendo que há muito os EUA anunciaram essa tentativa mas ela não está a resultar. Pelo contrário, é de terreno dominado pelos "moderados" que saem os ataques da Al Nusra.
Há, de facto, rebeldes moderados que estão aptos a entrarem na mesa das negociações. Os EUA querem ou continuam com esta rábula?