domingo, 13 de agosto de 2017

Passos Coelho e a piromania



Passos Coelho, no Pontal, onde os comícios já se fazem à mesa, ultrapassou-se nos disparates, nas agressões, nas insinuações. Afirmo-o sem ter que ser considerado apoiante da política do actual governo – que não sou.
Passos Coelho continua a querer tirar dividendos políticos do drama dos incêndios
A falta da ética que também tem de ter alguma expressão mesmo no debate político aceso, mas o presidente do PSD revelou-se como um pirómano que, de qualquer maneira, quer fazer entrar o Diabo em cena.
Enfim não consegue ir mais longe e talvez com isso se chamusque.

Sem comentários:

Enviar um comentário