sábado, 4 de dezembro de 2021

COP26: sim, mas… António Abreu

Da COP 26 já ninguém fala. E afinal, para que serviu? Quais são os compromissos assumidos pelo governo português e como chegou a eles? Como vai  dar-se andamento a eles no nosso país?Ou foi tudo encenação?Voltaremos à resposta a estas perguntas num artigo posterior daqui a poucas semanas. E avaliaremos então o que foi possível lêr e ouvir sobre elas (se existirem...)

Abordemos, hoje, questões que apareceram associadas ao recente "debate" sobre as alterações climáticas: 

- energias alternativas aos combustíveis "fósseis", o clima, a responsabilidade humana nas alterações climáticas;

- as idéias do livro de Bill Gates de fevereiro deste ano e uma iniciativa de Geoengenharia, que o benemérito projectou  em Kiruna, na Suécia, mas que foi proibida pelo governo da Suécia, também deste ano, pelos riscos que envolvia para a natureza e os habitantes;

- os riscos dos relatórios do IPCC.

Ver o texto completo em abrilabril.pt/internacional/cop26-sim-mas









1 comentário: