sábado, 11 de dezembro de 2021

Bill Gates, de bolso cheio, prevê a data do fim da pandemia (!)

 8 de dezembro de 2021 

Bill Gates prevê a data de término da pandemia
A “fase aguda” da pandemia Covid-19 terminará em 2022, previu o bilionário fundador da Microsoft e entusiasta de vacinas Bill Gates no seu blog, onde considerou “preocupante”o surgimento da variante Omicron .

“ Pode ser tolice fazer outra previsão, mas acho que a fase aguda da pandemia chegará ao fim em 2022 ”, sugeriu o bilionário num post no seu blog GatesNotes. Dentro de alguns anos, espero que o único momento em que se tenha realmente  que pensar sobre o vírus seja quando tomar a vacina conjunta da Covid e da gripe em cada outono.

As empresas farmacêuticas têm, historicamente, problemas para vender a vacina contra a gripe às populações devido à sua taxa de eficácia comparativamente baixa, que se deve em grande parte ao facto de os cientistas terem de adivinhar qual a estirpe de influenza que será mais prevalente num determinado ano. 

Gates, no entanto, está otimista com a terapêutica, apontando que a gigante farmacêutica Merck recebeu recentemente a aprovação do FDA para seu antiviral molnupiravir para pessoas de alto risco. 

Disse que esta pílula “ reduz significativamente as chances de se ser hospitalizado ou morrer por causa da Covid-19 (embora não tanto quanto esperávamos inicialmente) ”.


O próprio Gates pode descansar com segurança sobre os louros,  porque aumentou, 
entretanto, durante a pandemia, o seu património líquido para 137 mil milhões de dólares .

O magnata da tecnologia reconheceu que, apesar do lançamento e absorção em massa das vacinas Covid-19 em todo o mundo,  morreram mais pessoas com o vírus em 2021 do que em 2020, acrescentando que a melhoria na situação de pandemia neste ano não foi tão " dramática " como esperava.

(...) 

Gates disse que era “ preocupante ” o aparecimento da variante Omicron do vírus  , mas disse que o mundo está hoje “ mais bem preparado para lidar com variantes potencialmente más ” do que estava antes. Os cientistas sul-africanos que descobriram a variante Omicron sugeriram, no essencial, que os sintomas são leves e não um grande motivo de preocupação.

Gates queixou-se repetidamente da desigualdade na distribuição de vacinas em todo o mundo, dizendo que para ele durante a pandemia era a " maior decepção " e dizendo que " não faz sentido " vacinar pessoas de baixo risco antes de populações mais velhas e vulneráveis ​​em países mais pobres. 

As suas muitas ONGs relacionadas com vacinas têm lutado para convencer os países ricos a desembolsar os fundos para vacinar as nações africanas, muitas das quais têm lidado com a pandemia melhor do que o esperado, graças à longa familiaridade com antiparasitários e antiparasitários baratos e amplamente disponíveis. medicamentos para a malária.

Sem comentários:

Enviar um comentário